12 de Março de 2013

Alta nos preços de insumos pressiona setor de componentes de calçados

Num ciclo repetitivo a cada início de ano, os reajustes impostos pela indústria de matérias-primas, proveniente de nafta (petróleo), voltam a pressionar os fabricantes do setor de componentes para calçados e couros que dependem desses insumos para produzir adesivos, e outros produtos. Por exemplo, de junho a janeiro deste ano, a acetona sofreu aumento de mais de 55% e o tolueno, de mais de 18%, conforme dados divulgados pelo ICS Pricing.

Num ciclo repetitivo a cada início de ano, os reajustes impostos pela indústria de matérias-primas, proveniente de nafta (petróleo), voltam a pressionar os fabricantes do setor de componentes para calçados e couros que dependem desses insumos para produzir adesivos, e outros produtos. Por exemplo, de junho a janeiro deste ano, a acetona sofreu aumento de mais de 55% e o tolueno, de mais de 18%, conforme dados divulgados pelo ICS Pricing.

Assim, mesmo em um ambiente favorável com o dólar estável não é capaz de amenizar o impacto provocado com a elevação do preço da matéria-prima, que representa 50% da formulação do custo de adesivos e solventes. Nas mãos de poucos fornecedores, essas matérias-primas acompanham os preços internacionais, o que acaba afetando as negociações com toda a cadeia produtiva.

Portanto, mesmo sendo o repasse do reajuste inevitável para os demais fabricantes, o setor de componentes está mobilizado para encontrar alternativas com o objetivo de minimizar o impacto junto a seus clientes. Ou seja, será feito o máximo esforço para garantir o menor impacto possível para os produtos e para a cadeia.

(Redação - Agência IN)

Fonte: http://www.investimentosenoticias.com.br

Mais Notícias