9 de Maio de 2013

Faturamento da indústria cresce 3,6% em março

O faturamento na indústria brasileira cresceu 3,6% e as horas trabalhadas na produção aumentaram 0,7% em março na comparação com fevereiro, na série com ajuste sazonal. No mesmo período, o emprego teve expansão de 0,2% e os salários subiram 0,8%, informou a pesquisa de Indicadores Industriais divulgada nesta quinta-feira, 09, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O faturamento na indústria brasileira cresceu 3,6% e as horas trabalhadas na produção aumentaram 0,7% em março na comparação com fevereiro, na série com ajuste sazonal. No mesmo período, o emprego teve expansão de 0,2% e os salários subiram 0,8%, informou a pesquisa de Indicadores Industriais divulgada nesta quinta-feira, 09, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O desempenho positivo de março confirma a trajetória de recuperação gradual da indústria brasileira iniciada em meados do segundo semestre do ano passado. O único indicador que apresentou queda em março foi o de utilização da capacidade instalada, que recuou 0,3 ponto percentual em relação a fevereiro e ficou em 82,2% na série com ajuste sazonal. Entretanto, a utilização da capacidade instalada cresceu 0,2 ponto percentual no primeiro trimestre deste ano em relação aos últimos três meses de 2012.

Renato da FonsecaDe acordo com o gerente-executivo de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca (foto), esse movimento de recuperação ainda é incipiente. Ele explica que a indústria enfrenta elevada pressão de custos e isso afeta a competitividade dos produtos brasileiros tanto no mercado doméstico quanto no externo. ???O déficit comercial só aumenta, sobretudo, com a Argentina, importante mercado para os produtos brasileiros??, disse Fonseca. ???Além disso, o aumento dos juros para conter a inflação é mais um obstáculo para a recuperação do setor.??

Fonseca afirmou que, mesmo com as ações do governo para redução dos custos industriais, como a desoneração da folha de pagamento e a diminuição da tarifa de energia elétrica, é possível fazer mais. ???Além de reduzir a carga tributária, é preciso reduzir a burocracia para o pagamento de impostos??, sugeriu. ???Também é preciso melhorar a logística de transportes, principalmente, a infraestrutura dos portos, para reduzir os custos das exportações.??

De acordo com a pesquisa, a utilização da capacidade instalada aumentou em 10 setores em março na comparação com o mesmo mês de 2012. Na mesma base de comparação, o faturamento real caiu em 12 dos 21 setores pesquisados.

A indústria de metal apresentou desempenho inferior à média. Nesse setor, todos os indicadores foram negativos em março em relação ao mesmo mês de 2012. O faturamento caiu 4%, as horas trabalhadas na produção recuaram 5% e o emprego no setor teve queda de 2,6%. A massa real de salários teve queda de 4,4% e a utilização da capacidade instalada caiu 0,3 ponto percentual.

(Redação ??? Agência IN)

Fonte: http://www.investimentosenoticias.com.br/

Mais Notícias