17 de Junho de 2013

Empregos no setor têxtil e de vestuário têm leve crescimento em SP

Nos primeiros cinco meses do ano (de janeiro a maio) houve uma variação positiva de 1,9% do nível de emprego no setor têxtil e de 0,5% no segmento de vestuário paulista.

Nos primeiros cinco meses do ano (de janeiro a maio) houve uma variação positiva de 1,9% do nível de emprego no setor têxtil e de 0,5% no segmento de vestuário paulista.

Já no mês de maio, o nível de emprego do setor têxtil paulista em relação ao mês anterior, registrou leve queda de 0,1% entre contratações e demissões. No segmento de confecção de artigos de vestuário houve um aumento de 0,1%, segundo dados da Fiesp ??? Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.

Na comparação dos últimos 12 meses, a retração de postos de trabalho ainda é elevada, com redução de 6,3% no segmento de vestuário e de 4,2% no têxtil.???Conforme esperávamos, a retomada do setor está acontecendo lentamente ao longo do ano. Entretanto, ainda há muito ainda há muito a ser feito para que recuperemos a nossa indústria??, afirma Alfredo Bonduki, presidente do Sinditêxtil-SP (Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem do Estado de São Paulo).Região de Americana

O nível de emprego no setor têxtil apresentou uma curva levemente positiva na região de Americana, em maio, com alta de 0,34%. Já o segmento de vestuário manteve-se estável no período.No acumulado do ano (de janeiro a maio), a indústria de produtos têxteis apresentou leve alta de 1,66% na balança de empregos, mas na de vestuário houve recuo de 9,09%. E, levando em consideração os últimos 12 meses, a retração salta para 6,34% na indústria têxtil e 21,84% na de confecção.

ProduçãoNo primeiro quadrimestre do ano, a produção paulista do segmento de vestuário apontou queda de 11,68% e do segmento têxtil apresentou um recuo de 1,39% em relação ao mesmo período do ano passado.Em abril, a produção física do setor têxtil paulista teve um crescimento de 2,1% e do vestuário cresceu 10,5%, em comparação com março de 2012.Já no comparativo de abril deste ano com o mesmo mês do ano anterior, houve um crescimento de 7,24% no setor têxtil e uma queda de 8,84% no segmento de vestuário.

VarejoO varejo paulista no primeiro quadrimestre de 2013 teve um desempenho positivo de 3,87% em volume de vendas e de 7,53% em Receita Nominal, ambos em relação ao mesmo período do ano anterior.Já no comparativo de abril deste ano com o mesmo mês do ano passado, houve um crescimento de 7,25% em volume de vendas e de 12,11% em receita nominal.Em abril, o volume de vendas teve um crescimento de 29,6% e a receita nominal aumentou 29,5%, em relação ao mês de março.Comércio exterior

No primeiro quadrimestre de 2013, somente as importações de vestuário cresceram 8,6%, em valor, comparativamente com o mesmo período do ano passado. No Estado de São Paulo, essa variação foi de 5,4%, em toneladas.

(Redação - Agência IN)

Fonte: www.investimentosenoticias.com.br

Mais Notícias