23 de Julho de 2013

Indústria do aço investe para atender ao novo regime automotivo

Com o desafio de dar um salto tecnológico na qualidade dos carros produzidos no Brasil, em função do novo regime automotivo, a indústria automobilística nacional vem trabalhando fortemente no desenvolvimento de veículos mais leves, econômicos e menos poluentes. A meta é reduzir em 30% as emissões de CO2 até 2017 e elevar para 65% a participação do conteúdo nacional na produção local de veículos.

Com o desafio de dar um salto tecnológico na qualidade dos carros produzidos no Brasil, em função do novo regime automotivo, a indústria automobilística nacional vem trabalhando fortemente no desenvolvimento de veículos mais leves, econômicos e menos poluentes. A meta é reduzir em 30% as emissões de CO2 até 2017 e elevar para 65% a participação do conteúdo nacional na produção local de veículos.

Cientes dos desafios e das oportunidades impulsionados pelo Inovar-Auto, fornecedores do segmento, como as indústrias de aço e de alumínio, investem cada vez mais em inovação, desenvolvendo materiais mais nobres e com melhores desempenhos na linha de produção automotiva.O assunto será foco de debate durante o Painel 'O Inovar-Auto - o que representa e seus impactos em materiais para a cadeia', dia 1º de agosto, dentro da programação do 68º Congresso ABM Internacional. O evento, conhecido como o maior fórum de debate e relacionamento do setor minerometalmecânico da América Latina, ocorrerá de 30 de julho a 2 de agosto, no Expominas, em Belo Horizonte (MG).

As discussões envolverão as inovações tecnológicas necessárias para que os veículos alcancem melhoria de eficiência energética de 15%, no mínimo, até 2017, seguindo padrões internacionais. Na prática, significa que os componentes dos motores deverão ser fabricados com materiais especiais. Da mesma forma, os carros demandarão ligas de alumínio e aços leves, de alta resistência e conformabilidade, visando à redução de peso, como explicou o coordenador do Painel, Carlos Alberto Briganti, diretor geral da Power System Research para América e membro da diretoria da ABM.A contribuição da siderurgia ao projeto Inovar-Auto será apresentada por João Francisco Batista Pereira, especialista de produto pleno da Gerência Geral de Atendimento ao Cliente, Garantia da Qualidade e Produto da Usiminas.

"A redução na emissão de CO2 e o aumento da segurança veicular são os aspectos onde a indústria siderúrgica pode efetivamente atuar, através do desenvolvimento de novos materiais de alta resistência que possibilitam reduções expressivas na espessura das chapas". O engenheiro metalurgista complementa que serão detalhados os tipos de aços atualmente desenvolvidos e disponíveis para a indústria automotiva, bem como os aspectos em que a área de pesquisa concentra esforços para desenvolver materiais cada vez mais resistentes e de maior capacidade de conformação.?O campo é fértil também para a indústria brasileira do alumínio, segundo Ayrton Filleti, diretor Técnico da Abal - Associação Brasileira do Alumínio e conselheiro da ABM. O engenheiro mostrará a importância do Inovar-Auto no processo de acréscimo de alumínio nos veículos fabricados no Brasil.

"A utilização desse metal nos países desenvolvidos em termos de volume é muito superior ao Brasil. O seu uso em partes do motor e carroceria propiciam benefícios de redução de massa dos automóveis, aumentando significativamente a eficiência energética e, como consequência, reduzindo emissões", afirma.Pela indústria automotiva, três representantes confirmaram participação: Paulo Cardamone (IHS) falará sobre as oportunidades e os desafios para o setor; Paulo Roberto de Carvalho Coelho Filho (Fiat) sobre o uso de materiais leves pela empresa para atender o programa do Governo, e Fabiano Almeida Rodrigues (Aethra) sobre estampagem de aços de alta resistência.O painel também contará com a participação de Bruno Jorge Soares (ABDI), que apresentará os incentivos para a inovação tecnológica, disponíveis no programa Inovar-Auto.

SERVI??O68º Congresso ABM InternacionalData: 30 de julho a 02 de agosto de 2013Local: Expominas - Belo Horizonte (MG)

(Redação ??? Agência IN)

Fonte: http://www.investimentosenoticias.com.br/

Mais Notícias