30 de Março de 2015

Crescem vendas online de Serviços em Internet no 1º bi do ano

Análise do Bcash divulgada hoje aponta algumas mudanças no comportamento de compra dos internautas brasileiros em 2015

Análise do Bcash divulgada hoje aponta algumas mudanças no comportamento de compra dos internautas brasileiros em 2015. Nos dois primeiros meses do ano, o segmento “Serviços em Internet”, que envolve a contratação de soluções para e-commerce, liderou com 20,98% o ranking de valores totais das transações efetuadas, seguido pelo setor de Informática (14,31%). No mesmo período de 2014, o ranking foi encabeçado pelo segmento de Eletrônicos (19,54%), também seguido por Informática (14,32%), que se manteve estável na comparação. Já com relação aos meios de pagamento preferenciais dos brasileiros que fizeram pedidos online no 1º bimestre deste ano, a surpresa fica por conta do crescimento das compras feitas com cartão de crédito MasterCard, bandeira escolhida em 41,97% dos pagamentos, ante 29,53% registrado no mesmo período do ano passado.

O expressivo resultado do segmento “Serviços em Internet” mostra que o e-commerce continua apresentando oportunidades para empreendedores digitais, que buscam esses serviços com a intenção de transformar suas lojas virtuais em experiências digitais surpreendentes para o consumidor final. Além disso, outro destaque fica por conta do crescimento da contratação de cursos online e distribuição de conteúdo digital, como apostilas, programas, ebooks e plugins.

Uma das empresas especializadas neste segmento é a Hotmart, plataforma de produtos digitais com mais de 200 mil usuários e parceira do Bcash. Responsável pela infraestrutura necessária para que empreendedores vendam seus produtos digitais e também que os afiliados obtenham banners e links para divulgá-los em seus blogs, o Hotmart tem crescido significativamente desde que adaptou o programa de afiliados à realidade brasileira. Já as soluções de pagamento do Bcash (PayU Group), que conta com mais de 7 milhões de compradores ativos e 40 mil lojas virtuais credenciadas no Brasil, permitem com que os empreendedores digitais economizem tempo em cada ponto do processo de recebimentos, conseguindo assim ter foco máximo em seu core business.

(Redação – Agência IN)

Fonte: http://www.investimentosenoticias.com.br/

Mais Notícias