17 de Dezembro de 2012

Demanda das empresas por crédito cresce 3,3% em novembro

A quantidade de empresas que procurou crédito em novembro avançou 3,3% em relação a outubro/12, conforme resultado apurado pelo Indicador Serasa Experian de Demanda das Empresas por Crédito. Na comparação com novembro/11, a demanda das empresas por crédito em novembro/12 foi 9,9% menor. No acumulado do ano (janeiro a novembro de 2012), a busca das empresas por crédito apresentou variação negativa de 4,5% perante o mesmo período de 2011.

Demanda das empresas por crédito cresce 3,3% em novembro

A quantidade de empresas que procurou crédito em novembro avançou 3,3% em relação a outubro/12, conforme resultado apurado pelo Indicador Serasa Experian de Demanda das Empresas por Crédito. Na comparação com novembro/11, a demanda das empresas por crédito em novembro/12 foi 9,9% menor. No acumulado do ano (janeiro a novembro de 2012), a busca das empresas por crédito apresentou variação negativa de 4,5% perante o mesmo período de 2011.

A alta verificada em novembro, na procura das empresas por crédito, foi uma recuperação parcial das quedas corridas nos dois meses anteriores (setembro e outubro). Assim, é necessário que resultados positivos também predominem ao longo dos próximos meses, principalmente no início do ano (dezembro é um mês sazonalmente fraco em termos de demanda das empresas por crédito), para que se possa afirmar que, de fato, a busca das empresas por crédito tenha entrado numa trajetória consistente de reativação, alertam os economistas da Serasa Experian.

O maior crescimento na demanda das empresas por crédito em novembro/12 foi verificado nas micro e pequenas empresas, com alta de 3,5% frente a outubro/12. Nas médias empresas o crescimento foi de 0,2% e nas grandes empresas foi de 1,5%, sempre em comparação com o mês imediatamente anterior (outubro/12).

Por fim, no acumulado do ano, as grandes empresas estão registrando o maior crescimento na busca por crédito: alta de 14,8% de janeiro a novembro de 2012 frente ao mesmo período de 2011. Nas médias empresas, a alta registrada foi de 11,9%, e nas micro e pequenas empresas, a demanda por crédito recuou 5,5% no acumulado de janeiro a novembro de 2012.

(Redação ??? Agência IN)

Fonte: http://www.investimentosenoticias.com.br

Mais Notícias