Soluções de Consulta - Trabalhista

Fechamento de ponto

É o ato em que a empresa promove o levantamento de faltas do trabalhador ocorridas durante o mês, horas extras e adicionais noturnos realizados, para a elaboração da folha de pagamento dos trabalhadores. para evitar conflito que possam se ensejados em virtude de dúvidas, a empresa deve antes de emitir a folha de pagamento, anotar no controle de ponto, seja lista, livro ou cartão o resumo das faltas, o total de horas extras e adicionais e submeter ao trabalhador para que o mesmo conferira. Com isso toda pendência com relação à apresentação de atestado para abono de faltas, horas extras e adicionais noturno, serão ajustados ou esclarecidos, de forma que o trabalhador ao receber seu recibo de salários, não terá nenhuma surpresa. Caso contrário o empregado ficará insatisfeito e guardará dúvidas que poderia ser sanada e acaba por ser motivado a recorrer á Justiça do Trabalho. algumas empresas mais precavidas costumam adotar um resumo do ponto como: número de faltas abonadas, número de faltas não abonadas por ausência de atestado, quantidade de horas extras, bem como de adicional noturno realizados e o empregado declara de próprio punho a exatidão, para que no amanhã caso possa ter uma reclamação trabalhista, a empresa esteja devidamente documentada; É muito comum o empregado alegar que entregou a empresa um atestado dos dias que faltou e o empregador não pagou, esse fato é um dos mais questionados na Justiça do Trabalho, como também nas Comissões de Conciliações prévia; Se a empresa não reconhece um atestado do empregado não deve recebê-lo, para evitar trabalhador tenha falsa esperança de recebimento dessa falta. Quando a empresa deixa de receber o atestado, está sendo transparente com o trabalhador e ao mesmo tempo seguramente o empregado guardará esse documento para uma possível reclamação, ocasião que apresentará o mesmo em juízo e assim ele motivará dúvidas quanto a veracidade de suas alegações, pois o atestado em poder dele e não da empresa.